14 de nov de 2009

Prefeitura na rua

Neste sábado realizado 35ª edição do Prefeitura na rua. O local escolhido foi a praça Rio Grande , construída a 50 anos.

12 de nov de 2009

Homenagem ao Bairro Mathias Velho

Encartado nos Jornais Zero Hora e Diário Gaúcho da Cidade esta a homenagem para o Bairro. Com o texto do Subprefeito Júlio Ribeiro mostra a luta dos primeiros mathienses para transformar o Bairro em um lugar habitável.

“Mathias Velho completou ontem seu 34º aniversário, data em que foi transformado em bairro pela Lei Municipal 1.662 de 1975, assinado pelo então prefeito Geraldo Gilberto Ludwig. Mas essa história começa bem antes, na primeira metade década de 50, quando as terras de Saturnino Mathias velho, que eram até então zona de produção de arroz, foram transformadas em loteamento da vila Mathias Velho...
...Foi preciso muita luta e superação. As primeiras famílias que chegaram sofreram com as enchentes, que eram consta
ntes. Os moradores, em vez de deixarem o local, reivindicaram a construção de um dique de contenção para as cheias, em meados dos anos 70, com a participação do governo municipal, tendo à frente Hugo Simões Lagranha......A área loteada compreendia a entrada da Mathias (Guilherme Shell) até a Vala do Leão(Logo após o que é hoje o HPS de canoas). O restante era considerado inabitável. Com o temponovas áreas foram ocupas, como a vila Santo Operário, que esta fazendo 30 anos, a zona do Prado, depois Vila Natal e Getulio Vargas, que formam a grande Mathias. Hoje contamos com a maioria das ruas asfaltadas, postos de saúde, duas farmácias básicas um moderno Pronto Socorro, Bombeiros, Brigada Militar, Subprefeitura, inúmeras creches, escolas municipais e estaduais, entre elas a maior escola pública de Canoas, o shopping da Cidade, um Centro Social Urbano, praças e representações de todas as religiões e redes bancárias.Enfim, não foi por acaso ou peça boa vontade dos governantes, mas pela luta dos moradores. Por isso, me identifico como o Mathias Velho. Sou do interior de Santiago, e estou em canoas desde1986. Fui diretor de escola duas vezes, e agora subprefeito e foi com o povo do Mathias velho que aprendi o valor da luta, da superação e a força da coletividade.”

Fonte: Canoas – Livro Para Lembrar Quem Somos – Mathias Velho, de rejane Penna, Damis Coberllini e Miguel Gayeski.